Na rua

1. A água é indispensável à existência da vida animal e vegetal. Deve-se evitar poluir a água, talvez começando por não deitar lixo para os rios, lagos e mares.

2. As embalagens de plástico e outro lixo que se deita ao mar matam, por ano, mais de 1000 animais marinhos. Por vezes estes ingerem-nos pensando que é comida. Não deixe lixo na praia.

3. Nunca deite lixo para o chão. Se for para o campo, praia ou andar de barco leve um recipiente para guardar o lixo. Se puder, apanhe algum lixo que esteja já nos diferentes locais quando aí chegou.

4. Não abandone linhas de pesca, sacos plásticos e garrafas de vidro, pois poderão causar ferimentos a animais.

5. Quando circular em qualquer meio de transporte, não deite qualquer tipo de lixo pela janela, mesmo que seja só um papelito. Muito menos despeje lixo fora dos contentores ou nas bermas das estradas.

6. Quando despejar lixo em caixotes ou contentores, prefira utilizar recipientes com tampa, para reduzir as hipóteses do lixo ser derramado e espalhado. O lixo espalhado atrai ratos, baratas e moscas, que podem funcionar como vectores de diversas doenças, para além de poluir visualamente.

7. Em dias em que não é efectuada a recolha de lixo, evite colocar o seu nos contentores, para que estes não transbordem e o lixo se espalhe.

8. O fundo de uma garrafa pode provocar um incêndio por fazer convergir os raios solares quando nele incidem. Não se devem abandonar garrafas no campo ou nas bermas das estradas.

9. Quando for às compras prefira sacos de papel ou lojas que os forneçam. No entanto o melhor será levar de casa um saco que lhe tenham dado noutra altura, pois a produção de sacos de papel é, também, causadora de perturbações ambientais.

10. Ao fazer compras, escolha produtos com embalagens de papel reciclado.

11. Prefira produtos verdes. O rótulo ecológico europeu é a garantia de que o produto causa poucos danos ambientais durante o seu ciclo de vida.

12. Muitas embalagens utilizadas nos supermercados e nas hamburguerias são feitas de poliestireno, um derivado do petróleo. Este material não pode ser reciclado e, quando queimado, liberta substâncias que destroem a camada de ozono.

13. Evite comer fast food, pois a maior parte das empresas são responsáveis pela produção de enormes quantidades de resíduos. Ao evitar este tipo de alimentos estará a contribuir para a redução do volume de resíduos.

14. Prefira alimentos biológicos, pois na sua produção são utilizados menos produtos químicos. Para a além de serem mais saudáveis, são menos ofensivos para o ambiente.

15. Prefira as embalagens de cartão às de plástico, por exemplo quando for comprar ovos.

16. Prefira os produtos com embalagens de tamanho familiar. As embalagens são responsáveis por cerca de metade do volume de lixo doméstico.

17. Dê preferência à utilização de refrigerantes em garrafas recicláveis.

18. Quando encontrar aros de plástico na praia corte-os ou, pelo menos ponha-os no lixo para não serem arrastados para o mar. Podem matar alguns animais marinhos.

19. Não liberte balões para o ar. Quando os comprar mantenha-os presos para não fugirem, porque podem ir parar ao mar e se algum animal pensa que é comida e os ingere pode morrer.

20. Quando passear numa floresta tenha muito cuidado com o que possa provocar um incêndio.

21. Os pesticidas e os fertilizantes químicos devem ser aplicados com muito cuidado e com as doses absolutamente necessárias para evitar a poluição do ambiente.

22. Quando levar o seu cão à rua remova as fezes, porque elas são geralmente portadoras de bactérias, vírus ou parasitas que podem contaminar as águas ou provocar doenças. Lembre-se que uma criança pode involuntariamente cair em cima de uma delas.

23. Quando comprar um jogo ou brinquedo verifique se é bem feito, de forma a durar bastante tempo, para que seja bem aproveitado. Lembre-se que um brinquedo só dura se colaborar e não o estragar.

24. Prefira as impressoras a jacto de tinta em relação às de laser, pois as primeiras usam menos 99% de energia durante a impressão.

25. Quando comprar um aparelho electrodoméstico, escolha o que gastar menos energia.

26. Se for possível, opte por um computador portátil. Este consome 1% da energia de um computador de secretária

27. Ao comprar presentes ou objectos decorativos, certifique-se de que não são feitos de materiais extraídos de animais ou plantas em vias de extinção.

28. Não compre produtos feitos com madeira proveniente das florestas tropicais - pau-rosa, mogno, teca, ébano.

29. Não compre conchas nem corais, pois, ao fazê-lo, está a contribuir para a destruição dos recifes.

30. As folhas, os ramos, as ervas, o estrume e alguns lixos orgânicos podem ser aproveitados para fazer fertilizantes orgânicos, que ajudam a preservar o solo.

31. Quando for dispensável não utilize o carro para se deslocar.

32. Mantenha o carro afinado de forma a poupar combustível.

33. O líquido anticongelante usado no sistema de refrigeração dos automóveis é tóxico. Não deixe, por isso, pingos de anticongelante no chão.

34. Andar de bibicleta em vez de conduzir um automóvel poupa energia, reduz a poluição e contribui para o seu exercício físico.

35 . Na praia, não colha nem pise as plantas que crescem nas dunas. O solo desnudado facilita a erosão, e o ataque de agentes atmosféricos, físicos ou químicos.

36. Ao visitar uma área protegida, não colha flores, não corte ramos nem faça inscrições nas árvores.

37. Quando for caçar, respeite os regulamentos sobre a caça.

38. Poupe combustível evitando a condução nervosa e as acelerações bruscas.

39. Adira à iniciativa do Dia Sem Carros.

40. Partilhe a utilização do seu automóvel.

41. Mantenha os pneus com a pressão correcta, evitando o seu desgaste prematuro.